BANCO É CONDENADO POR RENEGOCIAR EMPRÉSTIMO SEM CONSENTIMENTO DO CLIENTE.

Atualizado: Jul 15

Um cliente veio até nós relatando que havia contratado um empréstimo no Banco sem qualquer adversidade, porém, um período após essa contratação, notou que lhe estava sendo cobrado outro valor além da parcela.


Ao entrar em contato com o Banco, descobriu que se tratava de uma renegociação do empréstimo, sendo que o cliente jamais havia requerido tal renegociação e desconhecia completamente qualquer acordo de pagamento senão o primeiro, e pior: esses descontos abusivos estavam sendo feitos há mais de um ano sem qualquer aviso por parte da instituição.


Visto a má fé do banco, entramos com uma ação pedindo o cancelamento do contrato inexistente, restituição dos valores pagos indevidamente até o momento do processo e indenização por Dano Moral.


O Juiz, por sua vez, concedeu todos os nossos pedidos e fixou a indenização em R$ 5.000,00, alegando que "O cliente foi vítima de verdadeira fraude de responsabilidade da própria instituição financeira".


Muitos clientes procuram o time de advogados especialistas em direito do consumidor do Portes e Coelho Advogados com as indagações seguintes: "o banco pode renegociar meu empréstimo sem consentimento?", "o que fazer quando é lesado pela instituição financeira?", e na maioria das vezes constatamos abusividades das instituições bancárias nas suas atividades.


Nos envie seu relato para lhe auxiliarmos a ter seus direitos garantidos.

Nosso escritório está localizado na região de Santo Amaro, venha nos fazer uma visita, ou nos mande sua dúvida por e-mail ou pelo WhatsApp, nosso atendimento pode ser feito totalmente on-line!


contato@portesecoelho.adv.br

(11) 5631-1074



#renegociaaodeemprestimo #fraudebancaria #direitodoconsumidor #escritoriodeadvocacia #santoamaro #sãopaulo #emprestimobancario #direitoconsumerista #codigodedefesadoconsumidor #procon #portesecoelhoadvogados #advocaciaconsumerista #justiça #emprestimo

46 visualizações0 comentário